fbpx

Todo mundo sabe que a maior parte dos vendedores recebe comissões pelo seu trabalho e sua venda. A pergunta, porém, é: como fazer os cálculos?

Um corretor de imóveis tem o direito de receber a comissão em aluguel comercial, assim como nas vendas dos imóveis, que também podem ser residenciais ou de outras modalidades.

Isso é assegurado pelo Código Civil e a corretagem está prevista nos artigos 722 a 729. E as imobiliárias e corretoras devem assegurar o benefício através de um formulário de autorização de venda ou de locação.

Entenda, de forma simplificada, como tudo funciona.

A comissão na negociação de imóveis

De forma geral, a comissão tem que ser paga toda vez que há uma prestação de serviço de imóveis por um profissional regularizado pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI) – corretor de imóveis.

Assim, se o negócio é feito entre o vendedor do imóvel e o comprador de forma direta, então, o percentual da corretagem não é aplicado a ninguém.

Mas, vale um adendo: a lei diz que se o corretor tiver corretagem exclusiva (por escrito), então, pode receber mesmo que não tenha participado diretamente da mediação. Confira agora sobre o curso de corretor de imóveis!

A comissão é paga pelo vendedor do imóvel. E quando há mais de um corretor envolvido, o mesmo percentual é dividido entre eles.

Quem define o valor da comissão é o CRECI – já quanto ao percentual que caberá ao corretor é determinado por tabelas estabelecidas pelo órgão regulador da região.

O valor da comissão

Os valores das comissões vão depender do tipo de imóvel que está em destaque na negociação.

Para se ter uma ideia, um corretor de imóveis que vende uma casa na cidade de São Paulo, recebe uma comissão de 6% sobre a propriedade vendida. Ou seja, ao vender um bem de 100 mil reais, ele recebe 6 mil reais como comissão.

Mas aqui vale uma informação muito importante: esse percentual de 6% pode ficar mais baixo se o corretor estiver atuando dentro de uma imobiliária – neste caso, haveria uma divisão entre a imobiliária e o corretor.

E estamos falando das vendas e não da comissão em aluguel de imóveis – ao menos por enquanto.

O CRECI de São Paulo é um dos principais do país e outros conselhos mantêm os mesmos valores disponibilizados por ele. 

Confira quais são os percentuais de comissão para a venda de imóveis.

  • Venda de imóveis urbanos – 6% a 8%
  • Venda de imóveis rurais – 6% a 10%
  • Venda de imóveis industriais – 6% a 8%
  • Venda judicial – 5%
  • Venda de empreendimentos imobiliários – 4% a 6%

Mas, e a comissão em aluguel comercial?

No caso dos aluguéis também há o pagamento de comissões. Só que o cálculo é feito de uma forma um pouco diferente.

Também conforme o CRECI de São Paulo funciona assim:

  • Aluguéis de imóveis – a comissão equivale a 1 pagamento do aluguel
  • Aluguéis de temporada – a comissão é de 30% sobre o valor total

Bom, nesse caso é muito simples entender, também.

Imagine que um corretor de imóveis auxilie a comercialização da locação de um imóvel. Então, ele teria o direito a receber a 1ª parcela do pagamento mensal. Por exemplo, se o aluguel é de 500 reais, então, ele recebe uma comissão de 500 reais.

Entendeu? Fácil, né… 

Inclusive, veja alguns erros que um corretor de imóveis nunca deve cometer!

Já no caso dele ajudar na comercialização de um aluguel de temporada (que dura 12 meses, por exemplo), então, ele pode ter uma comissão de 30% do valor total negociado.

Para um acordo de 10 mil reais, ele teria direito a 3 mil reais de comissão.

A comissão em aluguel comercial tem o mesmo principio de qualquer outro aluguel, como o residencial.

Valor da Comissão

Cuidados para receber a comissão na venda ou aluguéis de imóveis

Para evitar os transtornos, os proprietários devem se atentar aos valores acordados, já que vão se equivaler ao pagamento da comissão. Do lado do corretor, a precaução é a melhor alternativa.

Separamos algumas dicas, confira.

Documentação

Pode ser tudo que estiver escrito, como em e-mails ou mesmo em conversas de WhatsApp… Essas são formas de documentar toda a negociação para que o corretor tenha segurança na hora de receber seu percentual.

Os e-mails também podem ser usados para registrar as propostas feitas por meios sonoros, como o telefone. Tenha sempre em mente identificar os arquivos com nomes de clientes, código do imóvel e os valores.

Saiba quem vai custear o imóvel

Nem sempre que vai visitar um imóvel é que vai comprar ele – os pais costumam fazer esse papel para os filhos, por exemplo.

Para evitar que a intermediação da venda seja corrompida, uma boa dica é enviar e-mails relatando a possibilidade de compra ao proprietário, que é quem vai ser o responsável pelo pagamento da comissão.

Corretor autônomo ou com carteira assinada?

Geralmente, o corretor de imóveis é enquadrado na categoria de autônomo… Logo, sem ser um trabalhador CLT, ele não recebe um salário fixo. Mas, há casos em que o corretor pode ter a carteira assinada por uma imobiliária.

De qualquer forma, ele tem direito à sua comissão pela venda ou pelo aluguel.

O cuidado é para quando ele trabalha para uma corretora imobiliária e a comissão precisa ser dividida com ela – já falamos disso. Veja também como o filme “Fome de Poder” pode auxiliar no seu dia a dia de trabalho.

Isso acontece de forma justa já que ambos trabalham em conjunto e, portanto, todos os envolvidos na negociação precisam receber seus honorários.

Planejamento é essencial para lidar com comissões

O mercado imobiliário é amplo e as chances de ganho para quem vende são muitas. Mas, por trabalhar com comissões, um corretor de imóveis nunca pode ficar “parado no tempo”.

Para se manter financeiramente durante o ano, o planejamento é fundamental porque um corretor pode ganhar com a comissão em aluguel comercial apenas, por exemplo.

Só que ainda que o valor do aluguel seja pago durante todo o ano pelo inquilino, o corretor vai receber uma única vez.

No caso da venda, os valores podem até ser mais altos, mas vale a mesma ideia – a comissão é paga em parcela única. Logo, essa autonomia exige muita disciplina e planejamento.

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anuncie seus imóveis
Click e saiba mais
Anuncie em nossos portais

Saiba mais sobre como podemos te ajudar

FALE CONOSCO