Saiba porque o coworking vem crescendo tanto nas grandes cidades!

Em um país repleto de metrópoles como o Brasil, a procura de escritórios compartilhados, também conhecidos pelo termo coworking, vem crescendo de forma assombrosa.

Só no ano de 2016, uma pesquisa feita pelo Coworking Brasil revelou que esse crescimento foi de mais de 50% em comparação com 2015. Hoje, existem mais de 378 espaços voltados ao modelo e mais de 10 mil estações para profissionais das mais diversas áreas. 

Quase a metade dessa soma encontra-se no sudeste. E a expectativa para 2017 é que esse número aumente ainda mais.

trabalho-no-coworking

Mas, o que é coworking?

O conceito de coworking surgiu nos Estados Unidos e, claro, por uma startup especializada no setor de tecnologia. Você com certeza já ouviu falar naqueles escritórios cheios de surpresas, cores e equipamentos de lazer das empresas de TI, certo?

A ideia inicial era trazer mais vida ao ambiente e diminuir um pouco do estresse e peso da rotina desses profissionais. Aos poucos, a ideia foi tomando forma e ganhou um conceito moderno e que anda de mãos dadas com a modernidade.

Veja alguns motivos que levaram as grandes cidades mundiais a adotarem o coworking como novo conceito de escritório.


Por que tem tanta gente investindo nos escritórios compartilhados?

Nos casos dos coworkings em São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná, por exemplo, que são os três estados do país onde o conceito já se consagrou, a demanda é bem maior do que as ofertas disponíveis e, assim como acontece com as residências nos grandes centros, há muitos empresários e empreendedores brigando pelo primeiro pedaço do bolo.

Uma estação de coworking pode trazer muitos benefícios aos empresários e, se tem uma coisa que todo empresário busca, é ter mais lucro.

 

  • Redução de custos e mais lucro

Quem mora no centro de cidades como Nova Iorque, Tóquio, Berlim, Paris, São Paulo ou Rio de Janeiro, entre muitas outras, sabe muito bem que o custo de vida nesses lugares é bem mais alto em comparação a outras cidades menores.

Esse aumento passa pelos gastos pessoais, família, locomoção, saúde, lazer, e, sim, ele também chega no escritório. Se você é um empreendedor e aluga salas comerciais para manter seu negócio funcionando, com certeza irá concordar que paga caro por elas. Esse é um dos vários fatores que se tornam mais práticos com o coworking.

Em segundo lugar, temos todos aqueles gastos necessários para o negócio, como telefonia, água, internet, luz, espaço adaptado para o serviço oferecido, além de um custo adicional com imprevistos e manutenção.

Outro fator negativo que está levando muita gente a buscar escritórios compartilhados é o fato de que um imóvel ou sala comercial individual exige contrato inflexível e também aquela obrigatoriedade de arcar com o aluguel, mesmo quando as coisas não vão bem.

 

Quando estamos falando dos coworkings, é impossível não pensar em praticidade e menos dores de cabeça. Por serem espaços adaptados para o business, eles já têm toda a infraestrutura necessária, além de estarem quase sempre localizados em áreas de fácil acesso e valorizadas na região, próximas a tudo o que uma cidade grande pode oferecer.

Outra coisa muito interessante nos coworkings e que chama bastante a atenção, principalmente dos empreendedores de startups, é o fato de o espaço incluir serviços diversos, como o gerenciamento de correspondências, a disponibilidade de um motoboy, serviços de cozinha ou limpeza, manutenção, entre outras coisas específicas que podem variar dependendo do país, estado ou cidade.  

 

  • Mais contato com outras áreas

Além da redução de custos, uma outra coisa que tem chamado a atenção de todos aqueles que querem expandir seus negócios é a abertura que o coworking traz.

Os espaços compartilhados simplificam e muito aquela rotina árdua de escritório que isola o indivíduo e o tira do convívio social. O coworking traz essa e muitas outras possibilidades através do contato com o próximo.

Um designer, por exemplo, pode encontrar no escritório compartilhado um profissional especializado em marketing. E o convívio vai acabar fazendo com que eles troquem experiências relativas as suas formações, podendo mais tarde, montar um negócio conjunto ou trocar serviços.

Quem não tem a parte social muito desenvolvida e quer evitar o home office, pode evoluir e muito a comunicabilidade em um ambiente compartilhado.

troca-de-experiências-no-escritorio-compartilhado

 

A seriedade de um escritório convencional é a mesma e as exigências, muitas vezes, também. Mas, a atmosfera do lugar é totalmente distinta. Pode-se conhecer pessoas novas, fazer amizades, firmar parcerias ou atrair futuros clientes, além de trazer uma bagagem mais concreta em termos de relação interpessoal e convivência com outras equipes.

 

  • Qualidade de vida, inspiração e produtividade

Quando se trabalha em um mundo corporativo, a disciplina é uma palavra que não pode sair da cabeça. Estando em um escritório fechado ou no próprio home office, a gente quase sempre deixa de fazer ou atrasa alguma tarefa por falta de disciplina ou por tentar conciliar com as obrigações de casa, família ou atividades pessoais.

Se tem uma coisa que se desperta em um ambiente compartilhado é a disciplina, que anda lado a lado com a produtividade. Como todos estão trabalhando e o próprio ambiente traz toda a estrutura adequada, que muitas vezes nem se tem em um escritório próprio, a coisa flui bem melhor e o trabalho fica mais prático e natural.

Seja em um coworking em São Paulo, Nova Iorque, Paris, Hong Kong ou qualquer outra grande cidade, o convívio com outras pessoas comprometidas e que almejam chegar num patamar de empreendedorismo acima da média é motivador.

E, somado a isso, ainda se tem um local extremamente confortável, aconchegante, limpo, belo e 100% adaptado para quem quer empreender e expandir seus conhecimentos!

Faça parte desse crescimento

O modelo de coworking está inovando o cenário do ambiente de trabalho tradicional e se destacando ao se comparar com o home office. Esse método pode ajudar no crescimento pessoal e corporativo, além de gerar uma economia e comodidade a quem o utiliza. O que acha de investir nesse modelo? Conte para a gente!

 

WebEscritórios

Ver todas as postagens

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anuncie seus imóveis
Click e saiba mais
Anuncie em nossos portais

Saiba mais sobre como podemos te ajudar

FALE CONOSCO