O e-mail é uma das ferramentas digitais mais usadas desde que a internet foi popularizada. Mas, muitos vendedores não sabem como usá-la de forma eficiente

A venda de imóveis, por exemplo, é uma atividade que demanda muito conhecimento do marketing digital. O corretor precisa saber como se comportar nas mídias sociais e como escrever um bom e-mail para o seu cliente, por exemplo. Veja sobre o curso de corretor de imóveis.

Agora, você pode estar pensando: “Ah, mas escrever e-mail é fácil: basta mandar um ‘oi’, enviar umas imagens em alta resolução e assinar”. Pode até ser que a estrutura seja essa…  

Mas a forma como você faz isso pode ser determinante para a concretização do negócio ou o fracasso dele!

Listamos 7 dicas para você enviar um e-mail para o seu cliente. Confira.

1 – Saiba para quem você está mandando o e-mail

Atualmente, existem várias ferramentas que te ajudam com o que é chamado de “funil de vendas”. É bem fácil entender: se você tem um mailing list sabe algumas informações pessoais dos seus clientes.

Por exemplo, idade, gênero e, se possível, consegue até os dados sobre os valores pelo qual ele pretende comprar um imóvel, a região, a estrutura…

Tudo isso é importante porque os e-mails serão diferentes dependendo do seu cliente em destaque.

2 – Se for o 1º e-mail, identifique-se!

Vendas de imoveis

Se você está enviando um primeiro contato, o ideal é se apresentar antes de começar a falar sobre o seu objetivo.

Isso ajuda a humanizar o contato e mostra que você é um profissional apto ao atendimento.

Fale brevemente sobre você e sua atuação. A ideia é deixar claro que você é um corretor que está preparado para ofertar as melhores soluções para aquele consumidor – através da venda de imóveis.

Seja seguro e conciso.

3 – Informe a finalidade da mensagem

Um dos pontos mais importantes é informar o seu cliente sobre o envio daquela mensagem. Claro que você pode usar várias formas para fazer isso, mas evite ficar desviando do assunto – seja objetivo.

O que é recomendável é iniciar o seu texto diretamente falando sobre o lançamento de um empreendimento de luxo ou sobre os novos valores do programa popular Minha Casa Minha Vida, por exemplo.

4 – Cuidado com a formatação da sua mensagem

Existem vários erros durante a escrita de uma mensagem de e-mail.

Por exemplo, usar palavras em CAIXA ALTA, apostar muito nos negritos ou usar o itálico de forma muito acentuada… Tudo isso pode deixar o seu texto “ilegível”.

Além disso, cores e fontes muito exageradas também é um comportamento ruim.

Agora, ao escrever um e-mail capriche nas regras de ortografia e acentuação. Mesmo que seu público tenha educação de nível inferior, isso não é motivo para você mandar tudo errado.

Evite “escrever como se fala” – esse é um erro fatal.

Em suma, escrever um e-mail, ainda mais para a venda de imóveis, requer cuidado e atenção. Se coloque no lugar de quem está lendo a mensagem. O seu cliente precisa ter uma informação objetiva e correta, tudo bem?

5 – Sempre use perguntas abertas

As perguntas abertas… Ah, é mais fácil entender como elas funcionam na prática: “deseja receber mais informações sobre esse empreendimento” ou “você deseja ter mais imagens desse imóvel”?

Esse tipo de pergunta pode ser usado em todos os e-mails – mas nunca de forma frenética. Sempre deixe uma única pergunta ao final do seu texto, antes da sua assinatura.

Dessa forma você dá liberdade ao seu cliente para que ele se mostre interessado no assunto. Claro que se a resposta for afirmativa, você deve estar pronto para entrar em contato com ele.

Essas perguntas também são importantes para entender o perfil do seu cliente – e futuro comprador. Se ele se mostrar interessado em apartamentos de alto padrão… Então, você sabe que pode oferecer os produtos dessa linha, entendeu?

6 – Sempre responda as dúvidas do seu cliente

Da mesma forma que você pode perguntar, saiba que muitos clientes preferem usar os e-mails para tirar as dúvidas. Dessa forma, esteja sempre online e disposto a responder as perguntas.

O grande erro, nesse caso, é querer lançar um “book” de imagens ou de informações feitas simplesmente no “copia e cola”. Não! O certo é você responder pontualmente os questionamentos que lhes foram feitos.

Uma imagem para representar a resposta, vai muito bem. Nada muito além. Ok? Aliás, o mais aconselhável é enviar imagens da planta no qual o consumidor tem interesse – de perspectivas diferenciadas, se possível.

E quando o nível da conversa já é acentuado – no e-mail – tente ser breve: responda o que ele perguntou e deixe o campo aberto para mais trocas de informações.

Nunca se mostre insatisfeito – essa é a regra! Mesmo que seu consumidor não esteja te vendo (no olho a olho), saiba que a forma como você escreve pode dar a entender que você não está disposto a concretizar a comercialização.  Veja alguns erros que um corretor de imóveis nunca deve cometer!

7 – Deixe uma assinatura no seu e-mail

Venda de Imóveis

Mesmo que sua venda de imóveis não seja concretizada naquele instante do envio da mensagem online, o seu cliente pode desejar entrar em contato no futuro, por isso, a assinatura é imprescindível.

É claro que ele já vai ter o seu endereço de e-mail (e esse é um bom contato), mas muitas vezes ele prefere fazer uma ligação ou enviar um “Whatsapp”, por isso, assine a mensagem de forma completa.

Ah, uma assinatura completa é deixar os telefones para contato e o endereço. Evite usar frases de efeito ou muita informação que não é necessária – isso só aumenta o risco de sua mensagem ir para o spam (lixo eletrônico).

O e-mail como ferramenta para a venda de imóveis

É muito raro que algum corretor consiga fazer a venda direta de um imóvel por e-mail. Mas, não há dúvidas de que essa é uma ótima forma de criar um relacionamento fiel com o cliente. Entenda melhor sobre o financiamento imobiliário.

Neste artigo, a ideia foi a de mostrar que a abordagem por e-mail é totalmente diferente das outras opções que existem no mercado: como o contato pessoal, o contato por telefone ou mesmo as redes sócias (Facebook, LinkedIn).

Um bom relacionamento por e-mail pode criar empatia, estabelecendo um diálogo sustentável e deixando o cliente mais confortável (e próximo) de concretizar um negócio comercial.

A venda de imóveis pode ter o começo a partir de um e-mail informativo sobre o lançamento de um empreendimento. Se você conhece o perfil do seu cliente e sabe se expressar nessa forma de comunicação, tem tudo para alavancar as vendas.

WebEscritórios

Ver todas as postagens

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anuncie seus imóveis
Click e saiba mais
Anuncie em nossos portais

Saiba mais sobre como podemos te ajudar

FALE CONOSCO