fbpx

Existem muitos fatores que levam um profissional a sair na frente dos concorrentes – tudo começa com a prevenção de pequenos erros

Um corretor de imóveis precisa se atentar a várias tarefas importantes no seu dia a dia. Quanto mais essas atividades são feitas de forma efetiva, mais rapidamente os resultados aparecem.

Estar atento ao atendimento ao cliente, consultar as carteiras da imobiliária, melhorar as vendas a partir de informações qualitativas, ler as notícias… Tudo isso é importante porque ajuda a alavancar as vendas.

Agora, não conhecer o produto que está vendendo, ser desorganizado e prometer o que não se pode cumprir são erros que não podem ser cometidos no mercado imobiliário.

Listamos os 5 erros mais comuns na hora de vender imóveis, confira!

1 – Desconhecer as características do produto

Este é um dos erros mais inaceitáveis para um corretor de imóveis porque, como qualquer outro vendedor, ele precisa ter “na ponta da língua” informações básicas como valores, metragem, potencial de valorização e outros.

É claro que uma imobiliária não tem um único imóvel a venda. E, além de tudo, os valores podem mudar periodicamente principalmente durante as fases de construções.

Mas, quem trabalha no mercado imobiliário precisa estar atento aos novos empreendimentos que são lançados na região em que atua.

A recomendação é sempre ler todas as informações sobre cada imóvel e visita-los durante sua inauguração. Quanto mais atributo se conhece deles, mais fácil ficar de saciar as necessidades do cliente.

Na verdade, não importante o tipo de imóvel, mas o quanto você conhece dele.

É muito provável que quem está interessado na compra desses bens tenha várias dúvidas sobre ele… E quanto menos você souber responder, mais chances de distanciar esse futuro comprador da sua venda.

O resultado é o fracasso financeiro e a perca de uma ótima oportunidade.

Confira também sobre o financiamento imobiliário comercial.

Ninguém está dizendo para você saber tudo de cada lançamento feito no mercado imobiliário, só que quanto mais você se mostrar preparado, mais vendas você vai fazer.

2 – Falta de atitude para buscar clientes

Buscar clientes

Você pode até ficar sentado em uma cadeira na frente do computador… Mas o que vai te diferenciar do corretor concorrente é a forma que você utiliza para prosperar.

A falta de atitude tem a ver com esperar que o cliente venha até você – “ele que quer comprar uma casa, então, ele que me procure”. Essa frase, por mais assustadora que seja, é muito comum de se ouvir na atualidade.

Um bom profissional precisa estudar o mercado constantemente, participar de eventos, ir a lançamentos, ler notícias do setor e receber as oportunidades que aparecem – mesmo na crise.

Saia da sua zona de conforme e escolha programas que te ajudem a prospectar, como o CRM mobiliário. Essa é uma ferramenta que pode atuar como um termômetro da sua prospecção – classificando os atendimentos e relacionando clientes com imóveis.

Se esperar que um cliente apareça do nada, no seu escritório e clame por um imóvel… É provável que suas vendas não se alavanquem tão cedo.

3 – Não ter organização profissional

Mas, o que é a organização profissional? É saber gerenciar as várias atividades do tempo dentro de um cronograma exato de tempo. Veja também como o BigData pode ajudar o mercado imobiliário do país.

Para exemplificarmos, vamos usar as visitas. É muito comum que o corretor de imóvel vá até um empreendimento da zona sul, depois na zona norte, volta para a sul e fica oscilando entre esses caminhos simplesmente porque não se organizou.

Esse é um erro que custa muito caro – aumenta os gastos e não garante as vendas.

Outro ponto sobre a organização é separar os imóveis conforme o perfil do cliente.

Imagine que você vá atender um comprador que esteja interessado em imóveis de luxo… É claro que você não precisa apresentar produtos que tenham a ver com o programa Minha Casa Minha Vida – seria desnecessário.

Portanto, se você não tem todos os empreendimentos separados, com fotos e descrição, fica difícil selecionar eles durante uma tentativa de venda.

A organização é fundamental e é exatamente o que vai estreitar a sua relação com o seu futuro cliente. Ah, até mesmo a “bagunça” da sua mesa de trabalho pode causar uma má impressão nos consumidores. Atente-se a isso também!

4 – Não manter contato com o cliente

Manter contato com o cliente não quer dizer que o corretor tenha que tagarelar sem parar – ninguém é obrigado a ficar ouvindo todas as suas histórias, está bem?

Um vendedor que fala muito perde a chance de ser objetivo na venda. O ideal é ser assertivo e expressar informações preciosas. Nunca se deve tentar convencer o cliente a comprar, mas sim tirar as dúvidas dele sobre a possível compra.

Além disso, mesmo que o negócio não dê certo em um primeiro momento, a relação entre vendedor e comprador pode continuar, mas de maneira tênue. Um bom atendimento é aquele que dá respostas com informações exatas.

Ficar enviando mensagens de “bom dia” ou chamando o comprador a cada hora não é legal… Só que dar um telefone durante um novo lançamento pode ser uma boa opção para apresentar um novo produto ao futuro comprador.

5 – Não cumprir o que prometeu

IMóveis

Esse é um dos piores erros que um corretor de imóveis comete – e poderia muito bem ser o primeiro da lista, tamanha a sua incidência.

Alguns profissionais deixam de lado a ética e a transparência visando apenas a venda. Isso é um erro fatal. Nenhum corretor deveria enganar o seu cliente.

A recomendação é sempre ser compromissado com o horário e, especialmente, com as informações. Tenha o objetivo da venda, mas faça isso da forma mais sincera possível.

É isso que vai garantir as futuras vendas e o bom relacionamento com o seu cliente.

Em caso contrário, o comprador pode até entrar com processo – e geralmente, ele ganha. Hoje há uma legislação muito firme sobre o fato de faltar com informações corretas em tudo que envolve transações comerciais. Portanto, tome cuidado.

O atendimento ao cliente no mercado imobiliário

Todos os erros citados foram selecionados a partir da relação que o corretor de imóveis tem o seu cliente. O atendimento feito ao futuro comprador é a base para que qualquer negociação dê certo.

É claro que a comprar casa própria ou ter um lugar para trabalhar é uma meta muito importante na vida de muitas pessoas. Isso quer dizer que elas sempre vão buscar as melhores opções do mercado. Veja também 11 projetos arquitetônicos mais bonitos do mundo para você se inspirar!

Se você se atenta e evita os erros mais cometidas pelos profissionais desse segmento, tem grandes chances de conseguir agradar o seu cliente e concluir a venda.

E, mesmo que não há um acordo no primeiro momento, tenha a certeza de que seu cliente vai manter o contato com você para uma futura aquisição.

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anuncie seus imóveis
Click e saiba mais
Anuncie em nossos portais

Saiba mais sobre como podemos te ajudar

FALE CONOSCO